Follow @ReeParra
A vida é feita de escolhas
I'm in love with you
O meu silêncio foi a resposta de muita coisa nessa vida.
O Homem das Tulipas
(via renascendo)
Quando se vive só, não se fala muito alto, não se escreve também muito alto: receia-se o eco, o vazio do eco, a crítica da ninfa Eco. A solidão modifica as vozes.
Friedrich Nietzsche  (via oxigenio-dapalavra)
É necessário conhecer seu próprio abismo. E polir sempre o candelabro que o esclarece.
Murilo Mendes. (via oxigenio-dapalavra)
Um escritor que passasse a respeitar a intimidade gramatical das suas palavras seria tão ineficiente quanto um gigolô que se apaixonasse pelo seu plantel. Acabaria tratando-as com a deferência de um namorado ou com a tediosa formalidade de um marido. A palavra seria sua patroa! Com que cuidados, com que temores e obséquios ele consentiria em sair com elas em público, alvo da impiedosa atenção de lexicógrafos, etimologistas e colegas. Acabaria impotente, incapaz de uma conjunção. A Gramática precisa apanhar todos os dias para saber quem é que manda.
Luis Fernando Veríssimo. (via oxigenio-dapalavra)
Do tipo que não sabe contar piada, que não gosta de multidão e que vive esperando coisas que não vão chegar. Será que alguém vai se interessar?
Caio Augusto Leite.  (via esclarecer)
Deveria fazer alguma diferença quando alguém te ama, não deveria?
Skins (via pronuncio)
Sou um pote de tintas de várias cores que você mistura tentando encontrar o tom perfeito que mais combina com você. Uma tarefa difícil, mas linda de ser ver.
Elisa Bartlett.  (via oxigenio-dapalavra)
Sou um pote de tintas de várias cores que você mistura tentando encontrar o tom perfeito que mais combina com você. Uma tarefa difícil, mas linda de ser ver.
Elisa Bartlett.  (via oxigenio-dapalavra)
Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver. O mundo anda tão complicado, que hoje eu quero fazer tudo por você.
— Legião Urbana.   (via prestigiador)
O coração é a criatura mais selvagem que existe.
Otávio L. Azevedo  (via oxigenio-dapalavra)
THEME ©